A corrida da Vida 2

Eu voltei a participar de corridas de rua, impossível não fazer uma metáfora dessa competição com a vida. Pela segunda vez lá vamos nós!

Participar de uma corrida é muito parecido com a nossas vidas. A corrida possui um mesmo ponto de partida e chegada para todos. Assim como a vida, uns estarão mais à frente e mais preparados. Então não desanime se você assim como eu não começou na categoria Keniano. Na vida muita gente começa correndo na frente, faz parte.Mas deixa eu te dizer, a estrada que todos percorrerão será a mesma. Quando você começar a correr, espero que perceba logo que o grande objetivo não é chegar em primeiro lugar. Mas é aguentar até a linha de chegada. Não exija mais de si, pois certamente irá cansar. Vá no seu ritmo, vá devagar. Se cansar, pode andar sem problemas. Só não pare! Observe a paisagem enquanto corre, ouça uma música, repare nos participantes em como eles se esforçam. Não tente se comparar com ninguém. Você está na frente de uns tantos e atrás de muitos também. Ministre suas energias.

O cansaço certamente irá bater ao longo do caminho. Você vai pensar em desistir, vai pensar em cortar caminho. A primeira opção não te concederá uma medalha e a segunda não te tornará um merecedor dela. Assim como na vida, siga pelos caminhos corretos, os caminhos mais sedutores te conduzirão para uma derrota ou uma vitória falsa e nós merecemos mais do que isso. Correndo lentamente eu pude observar um homem portador de deficiência participando da corrida. O homem possuía apenas uma perna e se locomovia rapidamente por ajuda de muletas. Eu achei incrível! As pessoas passavam por ele e davam força. Gritavam para ele continuar. Ele parecia alheio a tudo sempre seguindo sem esmorecer. Ele estava na frente de muita gente, ele estava na minha frente. Eu achei isso muito foda.Um exemplo de vitória antes da chegada.

 A corrida não se resume a só chegar no final. Todo o percurso importa. Ministre suas forças nas ladeiras, respire, beba água e ouça música, pois torna tudo mais gostoso.Depois de um tempo, eu esqueci que havia uma multidão ao meu redor. Era só eu contra eu mesmo. Com um passo atrás do outro. Sem me comparar com quem estava na minha frente. Quando é chegada a reta final você estará exausto. Sorrisos e fotógrafos estarão lá para te receber no final. É o fim? Bom, dessa corrida sim. Agora estarei mais preparada para correr em outras. E o fim da vida? Eu só acho que assim como as corridas, sempre existirá outras para se participar. Mas eu já te falei, não se preocupe com o fim agora. Só corra!

Garoto Perdido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge