Confesso que…

            Hoje vi você na rede social. Você se casou. Confesso que me deu uma pontada de ciúmes. Me pareceu terrivelmente estranho você feliz com outra. Feliz com alguém que não seja eu. Você sorri nas fotografias. A mulher ao seu lado não sou eu. Confesso que me deu vontade de te ligar, confesso que esperava que você viesse atrás de mim, mesmo depois desse tempo todo longe. Mas não, você seguiu em frente. Colocou um ponto final onde para mim só havia reticências. Você me matou naquela hora. A pior morte que eu poderia ter. A morte da minha felicidade.

                Confesso que fui boba. Deixei o destino decidir. Joguei os dados. Perdi. Você tentou falar comigo, te ignorei. Tentei seguir em frente, mas diferente de você, não consegui. Se eu pudesse voltar e consertar isso? Se você não tivesse sido tão apressado em me trocar. São tantos “se”. O que faço sem você? Sabendo que você existe, mas não está comigo. Me recuso a aceitar. Imagino uma outra realidade em que estamos juntos. Pra sempre! Não vivo nessa realidade. Choro. Choro sem parar olhando todas as suas fotos pela tela do meu celular. Parece que pra você nada aconteceu. Penso novamente em te ligar. Recuso antes que chame. Não tenho mais esse direto. Você está feliz sem mim!

Garoto Perdido

2 thoughts on “Confesso que…

  1. Eu me identifiquei muito com esse texto, muito mesmo! Tem pessoas que você acha que são para a vida toda, mas elas ficam até um certo ponto e treinam você para a proxima. Machuca, mas te torna mais forte para o futuro!

    1. Que bom que gostou. Acho que muita gente tem uma história assim. Mas eu parei há muito tempo de achar que as coisas são para sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge