Retrospectiva de mim

  Final de ano, a mesma coisa se repete. A festa, pessoas vestidas de branco, champanhe, presentes em caixas bonitas. Palavras de amor e entusiasmo, novas metas criadas pro ano que vem. Ao fundo a representação que algo velho se vai para a chegada de algo novo. Expectativa de onde será que vou passar o Réveillon? Como será o ano que vem?

  E nós? O que foi que mudou? Será que só o ano mudou e somos os mesmos? Não aprendemos nada? Não sei vocês, mas acho que aprendi. Fiz uma retrospectiva do meu eu. De quando serei feliz.

  Quando criança pensava que seria feliz quando completasse dezoito anos e ganhasse liberdade. Aos dezoito, achei que seria feliz se tirasse a carteira de habilitação. Quando a adquiri, pensei que talvez fosse feliz se tivesse um emprego. Empregado, achei que seria feliz se mudasse para um emprego melhor. Ainda assim, achei que seria feliz quando namorasse. Namorando, achei que seria feliz quando ficasse solteiro. Solteiro, achei que seria feliz quando tivesse meu negócio. Ainda assim continuei pensando que seria feliz quando juntasse dinheiro. Seria feliz quando meu país fosse de primeiro mundo. Seria feliz em outro lugar, quando a dor passar, seria feliz quando você ligasse! Seria feliz quando morasse sozinho, seria feliz quando me livrasse dos meus problemas. Seria feliz quando merecesse. Seria feliz quando Deus quisesse!

  A felicidade nunca se aquieta quando conquistamos nossos objetivos. Hoje raciocínio que agora é o momento que eu sempre esperei. Se não agora, quando? Não existe felicidade eterna, perene. Ninguém vai traze-la pra você. E eu não vou deixar que alguém conquiste o impossível por mim. Eu quero ser feliz de um jeito simples. Temos que parar de responsabilizar os outros pelo nosso bem-estar. Sua felicidade não depende de outra pessoa, depende de você. A vida me surpreende todo dia. Tanta gente diferente, tanta gente vivendo vidas tão seguras, será que só eu me sinto tão confuso? Vá em frente e seja feliz! Ainda acredito que o mundo tem jeito! Desejo um ano cheio de aprendizados e discernimentos a todos vocês. Senão der certo, a gente pelo menos fez de tudo pra dar. Próximo ano a gente tenta de novo…

“A graça seja contigo. Amém.” 1 Timóteo 6,21

Garoto Perdido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge